Boletim do Desmatamento (SAD) Janeiro 2013

Confira aqui os dados sobre desmatamento e degradação florestal na Amazônia em janeiro de 2013.
Martins, H., Fonseca, A., Souza Jr., C., Sales, M., & Veríssimo, A. 2013. Boletim Transparência Florestal da Amazônia Legal (janeiro de 2013) (p. 12). Belém: Imazon.
Ações do documento

Em janeiro de 2013, 61% da área florestal da Amazônia Legal estava coberta por nuvens, em especial nos estados do Amapá e Pará que apresentaram 93% e 80% de cobertura de nuvens, respectivamente. Isso comprometeu a detecção do desmatamento e da degradação florestal para esse mês através das imagens MODIS utilizadas pelo SAD. Nessas condições foram detectados somente 35 quilômetros quadrados de desmatamento em janeiro de 2013 na Amazônia Legal. Isso representou um aumento de 6% em relação a janeiro de 2012 quando o desmatamento somou 33 quilômetros quadrados e a cobertura de nuvens foi de 88%.

O desmatamento acumulado no período de agosto de 2012 a janeiro de 2013 totalizou 1.305 quilômetros quadrados. Houve  aumento de 118% em relação ao período anterior (agosto de 2011  a janeiro de 2012) quando o desmatamento somou 600 quilômetros quadrados.

Em janeiro de 2013, grande parte do desmatamento (63%) ocorreu no Mato Grosso, seguido pelo Amazonas (12%), Pará (9%), Roraima (9%) e Rondônia (7%).

As florestas degradadas na Amazônia Legal somaram 69 quilômetros quadrados em janeiro de 2013. Em relação a janeiro de 2012, quando a degradação florestal somou 54 quilômetros quadrados, houve um aumento de 28%.

A degradação florestal acumulada no período (agosto 2012 a janeiro 2013) atingiu 1041 quilômetros quadrados. Em relação ao período anterior (agosto de 2011 a janeiro de 2012), quando a degradação somou 1433 quilômetros quadrados, houve redução de 27%.

Em janeiro de 2013, o desmatamento detectado pelo SAD comprometeu 1 milhão de  toneladas de CO2 equivalente.  No acumulado do período (agosto 2012 a janeiro de 2013) as emissões de CO2 equivalentes comprometidas com o desmatamento totalizaram  68,5 milhões de toneladas, o que representa  um aumento de 71% em relação ao período anterior (agosto de 2012 a janeiro de 2012).

 

Visualize AQUI a versão online da publicação.

Busca em Publicações
Publicado de até